A destrutividade, o narcisismo e a força pulsional tendente à descarga, que presidem algumas subjetividades refletem movimentos da cultura atual que requerem do psicanalista um olhar a respeito de suas implicações sobre nosso fazer cotidiano. Desde o ponto de vista das expressões da sexualidade o feminino, as identidades sexuais também marcam a experiência analítica. No entanto, muito se tem falado sobre a redução dos enunciados teóricos para atender essas novas demandas. Fazer trabalhar a metapsicologia como forma de refletir e dimensionar essas questões parece ser essencial para um pensar sobre a clínica.
André Green retomou o discurso freudiano, positivando a importância dos fundamentos como elementos indispensáveis a uma psicanálise contemporânea. Além disso, formulou inúmeros conceitos, tais como o narcisismo de vida e de morte, o trabalho do negativo e a função objetalizante que se tornam imprescindíveis para o psicanalista. O objetivo deste livro é retomar o narcisismo, as pulsões e a sexualidade para refletir sobre a prática clínica, ancorada no pensamento desses autores.

Narcisismos, pulsões e sexualidade

R$ 45,00Preço